Últimos Releases

I Congresso Internacional do HSL abordou novidades em diversos campos da medicina

O I Congresso Internacional do Hospital São Lucas Copacabana, realizado na última sexta-feira, 6, reuniu médicos brasileiros e estrangeiros no hotel JW Marriott, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. Com palestras realizadas simultaneamente em três salas, o encontro promoveu a troca de experiências e aprendizado em diversas áreas.

Um dos primeiros palestrantes do dia foi o dr. Ramon Vilallonga, da Espanha, que falou sobre a tecnologia robótica na plataforma digital – citando a telemedicina e a integração constante de informações como tendências para os próximos anos. Outros temas de destaque foram a tecnologia robótica aplicada às cirurgias oncológicas hepáticas, abordada pelo dr. Karim Halazun, dos Estados Unidos; e as vantagens da cirurgia metabólica no tratamento do paciente com diabetes tipo 2, discutida pelo dr. Philip Schauer, também dos Estados Unidos. A dra. Luciana El Kadre, coordenadora do Centro de Diabetes e Obesidade do HSL, debateu sobre a importância de realizar uma cirurgia de restrição gástrica, como o Sleeve, para evitar os efeitos danosos ao ganho de peso em pacientes que realizam transplante.

O dr. Henrique Sérgio Coelho, hepatologista do HSL, discutiu os fatores de risco que levam ao aumento de casos de câncer de vias biliares. O câncer de pâncreas foi outro tema central, que contou com a participação do dr. Frederico Muller, oncologista do hospital, com o tema “Tratamento Neoadjuvante VS Adjuvante no Câncer de Pâncreas Ressecável”. Já o dr. Lucas McCormack, da Argentina, falou sobre técnicas convencionais e de piggyback para reconstrução da veia cava.

O dr. Cristiano Quintini, dos Estados Unidos, abordou um dos assuntos mais aguardados do dia: “Transplante de Útero – Indicações, Técnicas e Resultados”. Segundo o especialista, essa é a única cura para a infertilidade relacionada à fisiologia do útero, que atinge uma em cada 500 mulheres em idade reprodutiva.

Da esquerda para a direita: dr. Jorge Bravo, dr. Karim Halazun, dr. Lucas McCormack, dr. Cristiano Quintini, dr. Fernando de Barros, dr. Ramon Villalonga e dr. Philip Schauer

“Desde a primeira tentativa bem-sucedida desta técnica, que aconteceu em 2015 na Suíça, já foram feitos cerca de 45 transplantes de útero no mundo, que geraram em torno de 20 crianças e mudaram para sempre a vida dessas mulheres”, explicou o médico.

O dr. Quintini e o dr. Eduardo Fernandes, especialista em cirurgias hepáticas e pancreáticas do HSL, promoveram um debate sobre transplante hepático em metástase colorretal – com participação do dr. Karim Halazun; dr. Tércio Genzini, de São Paulo; e dr. Lucas McCormack.

Especialistas de várias partes do país abordaram técnicas de alta complexidade em cardiologia, como TAVI (implante percutâneo de válvula aórtica); Mitra Clip, em que um dispositivo é usado para tratar insuficiência na válvula mitra; e transplante cardíaco. Já na área de hematologia foram discutidos temas como leucemias agudas e crônicas e os mitos que cercam o transplante de células-tronco.