Visão São Lucas

Sexta edição do Visão São Lucas recebe Zuenir e Mauro Ventura

O evento celebrou o Dia do Médico com um talk show sobre o tema “O médico de ontem, de hoje e de sempre”

Na manhã da última sexta-feira (26), o Hospital São Lucas Copacabana recebeu o ilustre jornalista Zuenir Ventura, ou Mestre Zu, como é conhecido carinhosamente entre os colegas de profissão, e seu filho Mauro Ventura para um bate-papo descontraído e bem-humorado durante um café da manhã no Hotel Emiliano, em Copacabana, zona sul do Rio de Janeiro. Essa foi a sexta edição do Visão São Lucas – Palestras de Excelência Médica, que também comemorou o Dia do Médico, lembrado em 18 de outubro. Pai e filho, jornalistas, esbanjaram simpatia ao compartilhar experiências pessoais acerca do tema “O médico de ontem, de hoje e de sempre” e contar casos inusitados da vivência com médicos e o ambiente hospitalar.

Abrindo o talk show, o dr. Marcos Knibel, coordenador do evento e do Centro de Ensino e Treinamento do São Lucas Copacabana, fez um balanço de todas as edições do evento.

O talk show reuniu mais de 80 participantes

“A realização da sexta edição do Visão São Lucas é a prova de que esse evento deu certo e que saímos após cada evento melhores do que quando entramos”, enfatizou o dr. Marcos Knibel.

 

 

Mauro Ventura, colunista do jornal O Globo, contou para a plateia que lotou o salão panorâmico do hotel sua longa jornada para diagnosticar uma lesão cerebral em 1995, até então indecifrada pelos quase dez médicos pelos quais ele passou. Após finalmente descobrir do que se tratava sua doença, Mauro precisou ser hospitalizado e acabou encontrando na escrita uma excelente forma de organizar os pensamentos sobre o que estava vivendo naquele momento. Além disso, Mauro contou histórias e falou das oportunidades que teve de entrevistar muitos médicos.

Dr. Marcos Knibel na abertura da sexta edição do Visão São Lucas

“Passei por muitos médicos que afirmavam ter certeza do que eu não tinha, mas desconheciam o que eu tinha de fato. Conheci muitos médicos que torciam por mim e uns tantos que queriam se livrar de mim!”
Mauro Ventura

 

 

 

 

Mauro e Zuenir Ventura durante o bate-papo no Visão São Lucas

Zuenir também contou suas experiências com a medicina. Com bastante humor, ele relembrou o

dia em que tomou posse da cadeira número 32 na Academia Brasileira de Letras, em 2015, e sentiu-se mal; seu médico brincou: “Você não pode vagar a cadeira sem antes tomar posse, Zuenir! ”, contou em tom gracejador, arrancando risadas da plateia.

Durante o bate-papo, o jornalista de 87 anos também relatou os momentos de apreensão que viveu enquanto aguardava o diagnóstico de Mauro. A angústia de pai o consumia há cada dia de indefinição e solidão nos corredores dos hospitais. Zuenir contou que em sua obra Mal secreto – inveja ele traz histórias de ficção e não ficção, transpondo um pouco de sua experiência solitária nos dias em que acompanhava o filho no hospital.

Zuenir Ventura conta suas experiências pessoais com médicos e o ambiente hospitalar

“Nos momentos de solidão e angústia nos corredores do hospital, eu pensava que aquilo que estava vivendo não fazia parte da ordem natural da vida e tentava achar uma maneira de ajudar meu filho. Mas os momentos naqueles corredores frios me inspiraram e comecei a escrever para organizar o caos que era minha vida dentro do hospital. Escrevi que a solidão é um corredor.”
Zuenir Ventura

No encerramento, a plateia pôde interagir com os jornalistas por meio de perguntas; houve sorteios do livro de Zuenir.

Sobre o Visão São Lucas – Palestras de Excelência Médica

Um evento de relacionamento com os médicos da cidade, que tem o objetivo central de suscitar debates e reflexões e compartilhar conhecimento sobre temas relevantes da área de saúde, tecnologia, bem-estar e qualidade de vida, entre outras questões pertinentes que permeiam a contemporaneidade.

“Além de estreitar os laços com nossos médicos parceiros, o objetivo do Ciclo de Palestra de Excelência Médica é possibilitar reflexões pertinentes que impulsionem ações para melhorar a qualidade de vida das pessoas”, salientou a dra. Cristina Mendes, diretora de Relacionamento Médico do São Lucas.