Logo

Neurocirurgia

3 minutos de leitura

Traumatismo craniano: causas e formas de tratamento

O traumatismo craniano é uma lesão no crânio após um trauma, que pode ocasionar sangramentos, inchaços e coágulos.
GA
Dr. Gustavo Adolpho de Carvalho - Neurologista - MédicoAtualizado em 08/02/2024

A condição provoca uma lesão no crânio causada por um trauma ou impacto

O traumatismo craniano é uma lesão no crânio após um trauma, que pode ocasionar sangramentos cerebrais e coágulos. Também é conhecido como traumatismo cranioencefálico.

O atendimento médico deve ser realizado o quanto antes para diminuir as chances de sequelas e até mesmo óbitos.

Acompanhe detalhes sobre os sintomas do traumatismo craniano, quais exames detectam a condição e quando é preciso realizar um tratamento conservador ou uma cirurgia.

O que é traumatismo craniano?

O traumatismo craniano é uma lesão no crânio (estrutura óssea que protege o cérebro) causada por um trauma ou impacto.

Pode atingir o cérebro e causar sangramentos, formação de coágulos e edema cerebral (inchaço).

Nessas situações, é classificado como traumatismo cranioencefálico grave, já que representa risco à vida do indivíduo.

O que pode causar um traumatismo craniano?

De forma geral, o traumatismo craniano ocorre após um trauma ou impacto que afeta a cabeça.

Portanto, pode acontecer após acidentes de trânsito, domésticos, quedas, além de brigas e prática de esportes.

Traumatismo craniano: sintomas

Os sintomas do traumatismo craniano podem surgir logo após o trauma ou se manifestar depois de horas, dias ou até mesmo meses.

Entre os principais sintomas do traumatismo craniano, estão:

  • Dores de cabeça persistentes e intensas;

  • Tontura e perda de equilíbrio;

  • Desmaios;

  • Perda de memória;

  • Perda de visão;

  • Confusão mental;

  • Vômitos;

  • Sangramento nasal;

  • Sonolência;

  • Fraqueza muscular;

  • Convulsões;

  • Perda da consciência.

Exames que identificam o traumatismo craniano

O diagnóstico do traumatismo craniano envolve diversos exames clínicos e de imagem.

Entre eles, estão:

  • Exame físico para avaliar a gravidade da lesão, se há reflexos, verificar os sinais vitais e a força muscular dos membros superiores e inferiores e coordenação.

  • Tomografia computadorizada, que fornece imagens detalhadas do cérebro e crânio e verifica se há fraturas ou hemorragias.

  • Ressonância magnética, exame que fornece imagens detalhadas do interior do cérebro e detecta possíveis lesões que não foram detectadas pela tomografia.

Qual a importância do atendimento médico rápido?

Quem sofre um traumatismo craniano, precisa buscar atendimento hospitalar imediato para evitar sequelas que podem ser irreversíveis ou até mesmo colocar a vida em risco.

Em alguns casos, a pessoa pode sofrer alterações mesmo após a recuperação do quadro. Pode apresentar convulsões, paralisia e perda de equilíbrio, distúrbios cognitivos, déficit de atenção e perda de memória.

Cirurgia de traumatismo craniano

Nem sempre quem sofre um traumatismo craniano necessita de cirurgia. Em alguns casos mais graves, quando há sangramento cerebral pressionando o tecido cerebral, a cirurgia é indicada para drenar o sangramento que está comprimindo o cérebro.

Recuperação pós-cirurgia

A recuperação após uma cirurgia de traumatismo craniano varia de acordo com a gravidade do trauma e o tipo de intervenção realizada.

De forma geral, o indivíduo recebe monitoramento constante na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) logo após a cirurgia. Alguns precisam permanecer internados apenas alguns dias, enquanto outros podem precisar de semanas ou meses de internação.

Alguns hospitais mais especializados no tratamento do traumatismo craniano encefálico, como o Hospital São Lucas Copacabana (RJ), possuem uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusiva para pacientes com problemas neurológicos, chamada de Unidade Neurointensiva.

Dependendo da gravidade e extensão da lesão, será preciso uma reabilitação com fisioterapia e terapia fonoaudiológica para contribuir com recuperação da mobilidade, coordenação, força muscular e comunicação.

Que médico devo procurar?

O profissional habilitado para diagnosticar e tratar de condições como o traumatismo craniano é o neurocirurgião. Se você suspeita que sofreu um traumatismo craniano, busque auxílio médico imediato.

Agendar Consulta

Escrito por
GA

Dr. Gustavo Adolpho de Carvalho

Neurologista | Médico
Doutor e livre docente em neurologia e chefe da neurologia do Hospital São Lucas, da rede Dasa.

Artigos Relacionados

Neurocirurgia: o que trata e quando é indicada

Neurocirurgia

4 min

Neurocirurgia: o que trata e quando é indicada

A neurocirurgia é a especialidade direcionada ao tratamento do cérebro, medula espinhal e sistema nervoso. Saiba mais.
Ver mais artigos
Escrito por
GA

Dr. Gustavo Adolpho de Carvalho

Neurologista | Médico
Doutor e livre docente em neurologia e chefe da neurologia do Hospital São Lucas, da rede Dasa.