Logo

Cardiologia

4 minutos de leitura

Exame Holter 24h: como é feito o exame do coração e recomendações

Procedimento indolor e não-invasivo ajuda a detectar falhas no funcionamento do músculo cardíaco
FV
Dra. Flávia Verocai - Médica - MédicaAtualizado em 12/01/2024
Exame Holter 24h: como é feito o exame do coração e recomendações

Hábitos saudáveis, consultas médicas regulares e exames periódicos são a melhor forma de reduzir as chances de desenvolver doenças cardíacas. Entre os procedimentos disponíveis para acompanhar a saúde do coração temos o exame Holter, um tipo de avaliação cardiológica que monitora o órgão por, pelo menos, 24 horas. A Dra. Flávia Verocai, cardiologista do Hospital São Lucas Copacabana, explica como ele é feito e quando é indicado.

Para que serve o exame de Holter?

O Holter reproduz graficamente o ritmo do coração e seus batimentos por minuto. Apesar de assemelhar-se ao eletrocardiograma, o Holter 24 horas, como o próprio nome diz, acompanha o paciente durante esse período para monitorar e registrar as atividades do órgão.

Quando o exame é indicado?

Mesmo sem doenças preexistentes, o ideal é que qualquer pessoa passe por um check-up cardiológico todos os anos. Além do caráter preventivo, o exame Holter também serve para:

Diagnosticar e acompanhar o tratamento de arritmias; Avaliar pacientes com sintomas como tontura, palpitação, falta de ar e dor no peito, por exemplo; Acompanhar pacientes com marcapasso; Diagnosticar isquemia cardíaca; Complementar outros exames cardiológicos.

Quais doenças cardíacas podem ser diagnosticadas com o Holter?

De acordo com a Dra. Flávia, através de sua monitoração intermitente o Holter é capaz de diagnosticar diversas doenças cardiovasculares, como:

  • taquiarritmias;
  • fibrilação atrial;
  • bradiarritmias, que podem levar a sincope (desmaio);
  • isquemia cardíaca.

Como é feito o exame Holter 24h?

O exame Holter 24 horas é um procedimento não-invasivo e indolor. Para realizá-lo, alguns eletrodos são colocados no tórax do paciente, que pode carregar o monitor na cintura ou no bolso. A partir daí, ele é orientado a registrar os horários de suas atividades diárias e a presença de qualquer sintoma. Após 24 horas, ele retorna ao consultório para a retirada do equipamento.

Preparo e jejum

Segundo a Dra. Flávia, não é necessário fazer jejum antes do Holter, uma vez que a ideia do exame é justamente acompanhar a pessoa durante seu dia a dia.

Recomendações importantes

"Antes do exame, pedimos que o paciente tome um banho para eliminar o suor e possíveis cosméticos, como hidratante, por exemplo, pois isso dificulta a adesão dos eletrodos. Outras orientações incluem a necessidade de apresentar o cartão de informações para aqueles que usam marcapasso", explica a médica.

Quanto tempo demora para sair o resultado?

O tempo médio para a entrega do resultado varia entre cinco e sete dias.

Como interpretar o resultado do exame Holter?

O laudo vem em forma de relatório, com uma folha de rosto mostrando o resumo e a conclusão. A partir dele, o cardiologista pode fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado para a doença. Muitas vezes, a partir do Holter, é possível indicar o implante de marca-passo ou até mesmo desfibrilador. Ou seja, cabe ao médico de confiança do paciente interpretar o resultado, baseando-se na história clínica do paciente e suas queixas.

Cardiologia no Centro Médico São Lucas: atendimento com conforto e segurança no coração do Rio de Janeiro

A cardiologia é um dos principais focos de atuação do Centro Médico São Lucas. O espaço, conduzido por uma equipe multidisciplinar especializada em diversas áreas cardiovasculares, une conforto, tecnologia e segurança para oferecer ao paciente uma experiência médica de excelência em quadros de baixa e alta complexidades.

Acompanhamento para pacientes cardiopatas

  • Doença coronariana;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Prevenção cardiovascular;
  • Risco cirúrgico;
  • Acompanhamento cardioncológico;
  • Cardiopatia estrutural;
  • Doenças orovalvares;
  • Avaliação para transplante cardíaco;
  • Avaliação de miocardiopatias;
  • Arritmia e eletrofisiologia;
  • Avaliação de fisioterapia;
  • Avaliação de anestesiologista;
  • Avaliação para procedimentos de hemodinâmica;
  • Avaliação para cirurgia cardíaca;
  • Cirurgia vascular.

Exames especializados

  • Ecocardiograma transtorácico;
  • Teste cardiopulmonar e ergométrico;
  • Eletrocardiograma (incluído na consulta);
  • Holter digital;
  • M.A.P.A. (monitorização ambulatorial da pressão arterial);
  • Ultrassom vascular (arterial e venoso).

Além do acompanhamento especializado com equipe multidisciplinar, incluindo nutricionistas e psicólogos, também há a possibilidade de interação entre cardiologistas, oncologistas e cirurgiões para avaliação de pacientes e casos específicos.

Unidade cardiointensiva do Hospital São Lucas Copacabana

No hospital, a Unidade Cardiointensiva é especializada no acolhimento de pacientes com problemas cardiológicos que precisam de observação intensiva, portadores de síndrome coronária aguda ou recém-operados de cirurgia cardíaca e vascular. Aqui, o paciente de alta complexidade é amparado pelo que há de melhor em tecnologia para monitorização e realização de exames e procedimentos. Seus 21 leitos são individuais e projetados para oferecerem seguranç a, comodidade e privacidade aos pacientes.

O paciente cardiopata encontra no Hospital São Lucas Copacabana procedimentos diagnósticos e terapêuticos de ponta para casos de baixa e alta complexidades.

Agendar Consulta

Escrito por
FV

Dra. Flávia Verocai

Médica | Médica
Coordenadora da Unidade Cardiointensiva do Hospital São Lucas Copacabana

Artigos Relacionados

Angioplastia: o que é, quais são os tipos, para que é indicada e como se dá a recuperação

Cardiologia

4 min

Angioplastia: o que é, quais são os tipos, para que é indicada e como se dá a recuperação

Cateterismo cardíaco: o que é, quando realizar o exame e como é feito?

Cardiologia

4 min

Cateterismo cardíaco: o que é, quando realizar o exame e como é feito?

​É bastante provável que você já tenha ouvido a palavra cateterismo em algum momento, mas você sabe o que é isso? Entenda.
Ergoespirometria: o que é e como é feito o teste cardiopulmonar de exercício?

Cardiologia

5 min

Ergoespirometria: o que é e como é feito o teste cardiopulmonar de exercício?

Exame realizado em esteira ou bicicleta ergométrica avalia possíveis alterações cardíacas
Dor no tórax: o que é, causas, como identificá-la e tratá-la?

Cardiologia

4 min

Dor no tórax: o que é, causas, como identificá-la e tratá-la?

Ver mais artigos
Escrito por
FV

Dra. Flávia Verocai

Médica | Médica
Coordenadora da Unidade Cardiointensiva do Hospital São Lucas Copacabana